14/04/2013

Gordinha x Atividade física.


Outro dia estava no salão e, no decorrer de muitas conversas, chegamos ao assunto atividade física. Mais uma vez, para minha indignação, escutei pessoas dizendo assim: “Se você levar a sério as suas atividades na academia, você vai emagrecer rapidinho”. Meu Deus! Eu admito que esteja acima do meu peso, mas isso não quer dizer que eu não faça atividade física ou que não vá à academia. Atualmente estou fazendo combat e uma hora de esteira, entre corrida e caminhada. e dois dias da semana, duas aulas direto de hidroginástica. Isso pela manhã. E a noite estou fazendo boxe... Estou com uma alimentação saudável e tento fazer muitas coisas a pé....E não sou mais nenhuma garotinha, né?...rsrs.
Roupas: www.flaminga.com.br
Confesso que isso me frustra e, com certeza, a muitos por aí. Será que só quem tem o corpo sarado faz atividade física? Vou tomar como exemplo a jogadora Suelen, líbero do time de Campinas que disputa a Superliga 2012/13. Com seus 25 anos, 1,69m de altura e 95 quilos, ela já possui o grau I de obesidade. 
Dá para perceber onde eu quero chegar? Imagina a quantidade de atividade física que ela faz? E o quanto de calorias que ela perde nos treinos e jogos? Tudo bem que quando estamos acima do peso somos mais propensos a lesões e o nosso rendimento não é o mesmo do que se estivéssemos mais magros, mas isso não nos torna pessoas sedentárias. 
Leia o que ela disse sobre as dificuldades em emagrecer: “É uma dificuldade minha, que já vem comigo a carreira toda. Aqui em Campinas fizemos vários testes e estou sendo acompanhada de pertinho. Só de olhar para a comida, eu engordo. Então, como menos do que preciso e ainda faço atividade física para emagrecer”.
Com isso, eu quero dizer que não é fácil emagrecer, como algumas pessoas imaginam! Superar e conseguir atingir as nossas metas diárias requer esforço e muita dedicação. Vou confessar que o maior esforço é ter que escutar conversas que não acrescentam nada, mas que, por muitas vezes, nos causam indignação. Ninguém quer ser gordo a ponto de prejudicar a saúde, concorda?
Faço exames periodicamente e minhas taxas estão normais. Já tive quase anorexia, pois tomava um medicamento que foi proibido e hoje, sempre busco o meu bem estar e procuro variar minhas atividades físicas para não cair na monotonia. 
Beijos e até a próxima.

7 comentários:

  1. Nooossa, Tê, como está bonita, minha fia!
    Olha só, você é uma mulher grande, tem ossos largos, assim como esta jogadora, não significa que são gordas e sim grandes.
    Eu acho que bonito é estar saudável e fazendo tudo isso que você faz, o resto é perfumaria.
    beijinhos cariocas


    ResponderExcluir
  2. Teresinha, li esse seu texto na revista que vc indicou e apreciei muito. Concordo com você que não podemos ficar escravas de um "modelo de beleza" que nem é tão bonito assim, da magreza excessiva. Não adianta procurarmos um corpo que não condiz com nosso biotipo, nossa idade, nossa vontade. O certo é nis cuidarmos dentro de um limite imposto por nós mesmas. Podemos ser elegantes com qualquer peso, desde que saibamos usar os modelos certos, que nos favoreçam.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  3. O que me "irrita" é quem diz que só "está se alimentando corretamente, que cortou o bolo, mas come de tudo, etc." e perde uns 10 kg em 1 mês, de preferência pós gravidez. Fala sério!
    Declara que é remédio e tudo certo, cada um sabe de si, mas querer "fazer a natural" é dose, né? ;> )

    bjnhssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Olá Teresinha
    Você está muito bonita e elegante. Eu também tento me cuidar, faço atividade física em academia, ando muito de bicicleta pela minha cidade, controlo razoavelmente a alimentação, não sou neurótica, mas ainda assim, quando chegamos aos 5.0, o metabolismo é bem mais lento, demoramos a perder peso e medidas; mas quer saber, não estou mais nem aí pra comentários de pessoas sem noção, como esta lá do seu salão.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Tu estais ótima! Fico péssima quando ouço coisas do tipo: gordo é preguiçoso, sedentário. São tantas as variáveis que nos levam a ganhar peso, emocional, hormonal, genético...minhas taxas são melhores que as do meu marido (que é hipertenso), tem um corpo bem musculoso, faz exercícios aeróbicos e anaeróbicos...enfim, estou na batalha. Há um ano comecei com o acompanhamento de profissionais: endocrino, nutróloga e personal, de lá para cá, foram embora 14,5 Kg ainda faltam 12,6 Kg para chegar ao peso sugerido pela nutróloga. Com as dores no cotovelo e quadril que não passam, a musculação ficou compromentida, porque não é qualquer tipo de exercício que posso fazer, também tive que parar com o tênis...tenho usado o elíptico para forçar menos o quadril, mas continuo indo na Capoeira, ando de bicicleta e convivo com a dor. Nem o fisioterapeuta, dois ortopedistas e um reumatologista deram jeito...a vida segue. Beijocas!

    ResponderExcluir
  6. Teresinha,
    Tá linda assim.
    Cada pessoa tem sua compleição, e não há modelo único de beleza.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Você é linda assim, não se preocupe com essas coisas!
    te amo ;)

    ResponderExcluir

Amei o comentário. Bjs mil. Tê