03/02/2013

Aeromoças...O glamour de uma época...


Personagem que vive no imaginário, não só do mundo masculino, desde que o primeiro voo comercial foi feito. 

Foi tempo que existia uma imagem glamourosa da profissão de aeromoça. Uma profissão que despertava atenção de todos, pois conhecer pessoas e lugares e se vestir com toda elegância era modelo para muitas jovens . Isso quando os passageiros vestiam outros trajes para ir daqui e dali. As comissárias eram tidas como peças fundamentais para ornamentar, com suas belezas, os voos. Vestir o uniforme para trabalhar era como se fosse vestir uma roupa de festa. Isso para recepcionar pessoas importantes. O glamour dessa profissão influenciou na carreira de muitas mulheres.
Os uniformes e os cabelos eram impecáveis.  As mulheres tinham que ter um padrão de beleza conforme as regras das empresas.
O bom que hoje não é mais assim. A democratização está presente na contratação de pessoas para esse cargo e podemos ver a diversidade existente entre todos que fazem parte dessa profissão.

Curiosidades
Dia da Aeromoça"A profissão de comissário de bordo (aeromoça) surgiu em 1930 por reivindicação de uma mulher, Ellen Church, pois era apaixonada por aviação e, por não poder pilotar uma aeronave por ser mulher , a enfermeira sugeriu à Boeing Air Transport que colocasse enfermeiras a bordo dos aviões para cuidar da saúde e segurança dos passageiros durante o voo.  As primeiras moças contratadas deveriam ser solteiras, não terem filhos, obedecer a um padrão de peso e altura, porém possuíam salários muito baixos. A ideia fez muito sucesso, pois as mulheres a bordo passavam segurança aos passageiros, já que a mulher era considerada uma figura de fragilidade, e tendo mulheres trabalhando a bordo passava a ideia aos viajantes de que o avião não era tão perigoso quanto pensavam. Devido a Segunda Guerra Mundial, as enfermeiras foram convocadas para os campos de batalha, as companhias aéreas então começaram a colocar mulheres de nível superior a bordo, contudo sem perder o charme e a elegância, já que essa profissional representaria a empresa. 
A profissão se popularizou, foi então que surgiu o "aeromoço", já que as funções do comissário aumentaram devido ao aumento do fluxo de passageiros, o que exigia mais do profissional."

Comissárias de bordo...

Fonte: Google/Youtube

4 comentários:

  1. Acho que deve ser incrível ser aeromoça por poder conhecer vários lugares, mas ao mesmo tempo deve ser ruim por não fixar em um lugar só!
    Hoje em dia, elas nem são lindas e cuidadas, aiai!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Teresinha
    Bacana a postagem; apesar de não mais ser uma profissão tão cheia de glamour como antigamente, ainda acho muito bacana e importante ser comissária de bordo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Tê, tá aí um aprofissão que eu jamais vislumbrei. Deve ser um "ohhorrível"! Imagina ficar voando obrigatoriamente daqui pra lá, servindo gente chatinha, em pânico, homens "sem noção", etc.?
    Pior: a tradução do nome da profissão é péssima: aeromoça. E quem tem mais idade é o que? Aerovelha???
    Comissária de bordo é o correto.
    Mesmo assim, acho uma profissão super desgastante.

    bjnhs, Querida!

    ResponderExcluir
  4. Agora, as aerovelhas é que estão no comando. haha
    Fiz um vôo, não me lembro pra onde mais, mas as moças não eram nada jovens ou bonitas, mas tinham o essencial, eram eficientes.
    Realmente, nos tempos dourados, muita garotinha sonhava em ser aeromoça.
    Eu, jamais! (leia em français)
    bjs cariocas


    ResponderExcluir

Amei o comentário. Bjs mil. Tê