24/02/2011

Carnaval no Brasil

O carnaval chegou ao Brasil em meados do século XVII, o qual foi influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. 
Recadoseglitters.com
Embora de origem europeia, muitos personagens foram incorporados pelo carnaval brasileiro, como por exemplo o rei momo, pierrô e a colombina.
Os primeiros blocos carnavalescos foram os cordões e os famosos cortejos de automóveis. Eles se tornaram mais populares no começo do século XX, aonde as pessoas decoravam os carros, se fantasiavam e em grupos desfilavam pelas ruas da cidade.
Cada vez mais popular, o carnaval teve um crescimento considerável neste período. Surgindo, então as marchinhas.
 A primeira escola de samba foi criada no dia 12 de agosto de 1928, no Rio de Janeiro e chamava-se Deixa Falar. Anos depois mudou o nome para Estácio de Sá.
Não poderia deixar de homenagear minha escola preferida...Vila Isabel.

Exposição:

Carnaval alternativo no Museu Imperial

O Museu Imperial preparou ainda uma programação especial para o período do Carnaval, funcionando como uma alternativa à folia. O palácio estará aberto à visitação durante os quatro dias da festa – incluindo segunda-feira, quando normalmente está fechado -, das 11h às 16h. Na segunda, haverá entrada gratuita para moradores de Petrópolis, mediante apresentação de comprovante de residência e documento de identidade. A instituição não funcionará apenas na Quarta-feira de Cinzas.

Veja abaixo a programação:

Sexta-feira, dia 4 de março
11h às 18h: visitação ao palácio – R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)
11h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h: visitas guiadas - gratuitas
18h30: Um Sarau Imperial - R$ 5
20h: Som e Luz – R$ 10 (público em geral) e R$ 5 (moradores de Petrópolis)
Sábado, dia 5 de março
11h às 16h: visitação ao palácio – R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)
11h, 12h, 13h e 14h: visitas guiadas - gratuitas
15h: III Concerto do Dia Nacional da Música Clássica, com a Orquestra de Câmara da Universidade Católica de Petrópolis e o Conjunto Anima Cuore - gratuito
Domingo, dia 6 de março
11h às 16h: visitação ao palácio – R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)
Segunda-feira, dia 7 de março

11h às 16h: visitação ao palácio – R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia) e gratuito (moradores de Petrópolis)
Terça-feira, dia 8 de março

11h às 16h: visitação ao palácio – R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)
Quarta-feira, dia 9 de março

O Museu Imperial não funcionará


Fonte: http://www.e-tribuna.com.br/2011/index.php?option=com_content&view=article&id=8377&catid=68

4 comentários:

  1. Ah, os velhos carnavais!
    Menina, eu tinha um medo daquelas máscaras enormes que usavam nos anos 60, saia correndo pra casa quando via aquelas pessoas nas ruas. haha
    As marchinhas da década de 60/70 e que são cantadas até hoje, são simplesmente deliciosas. Tô adorando ouvir por aqui no seu blog.
    E super legal esta sua chamada para o M.Imperial de Petrópolis.
    Tô indo pra lá na semana que vem e quem sabe vou ao museu de novo.
    beijinhos cariocas

    (Ei, você aí, me dá um dinheiro aí!)que bárbaro!

    ResponderExcluir
  2. vc fez um panorama muito legal da história do carnaval. gostei!

    muita coisa eu não sabia, é sempre bom a gente aprender mais sobre nossa cultura, as raízes.

    bom dia

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Teresinha, tô adorando ouvir estas marchinhas antigas, tão gostosas, com sabor de saudade.
    Ótimas informações, fotos lindas e as musiquinhas fofas demais.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Querida, carnaval, pra mim, é sinônimo de canseira. Euzinha, tô foríssima.

    Aproveito pra descansar - isso sim é uma "festa" : > )

    bjnhs

    ResponderExcluir

Amei o comentário. Bjs mil. Tê