03/05/2012

Gritar para o mundo ouvir... (Arte)

A única das quatro versões de "O Grito", de Edvard Munch, que permanecia na mão de colecionadores particulares, foi vendida nesta quarta-feira (2), em Nova York, por US$ 119,9 milhões (cerca de R$ 230,5 milhões). Esse valor é recorde e supera os US$ 106,5 milhões (R$ 204,8 milhões) de "Nu, folhas verdes e busto" de Pablo Picasso.

O Grito.jpg
Edvard Munch

Munch em 1921
Nascimento
Ådalsbruk, Løten, Noruega
Morte
23 de janeiro de 1944 (80 anos)
Oslo, Noruega
NacionalidadeNorueguesa
OcupaçãoPintor
Principais trabalhosO Grito
Movimento estéticoExpressionismo

Aos trinta anos ele pintou O Grito, considerada a sua obra máxima, e uma das mais importantes da história do expressionismo. O quadro retrata a angústia e o desespero e foi inspirado nas decepções do artista tanto no amor quanto com seus amigos. O Grito é uma das peças da série intitulada O Friso da Vida

3 comentários:

  1. Olá

    Eu não admiro muito este tipo de arte, mas há gosto para todos os gêneros. No entanto, o artista passa uma idéia, no meu ver, assustadora deste sentir, portanto atinge seu ojetivo.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Tê!
    É incrível o valor que esta obra chegou, mas, apesar de não ser uma pintura bonita, daquelas que eu gosto como Monet, Manet, tem tudo a ver no sentido do impacto que causa com seu 'expressionismo', e que aliás foi uma das mais simbólicas e valorizadas agora.
    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  3. Tê,

    Vou ser bem sincera... Não gosto nadinha dessa tela o grito..rsrs

    Bjs linda amiga!

    ResponderExcluir

Amei o comentário. Bjs mil. Tê