05/07/2014

Cantora plus size defende mulheres com curvas em clipe

Independente das polêmicas, a música promete... A democratização existe, portanto ela está ai defendendo pessoas que vestem acima da numeração 44. 
Só acho que tanto pessoas com estruturas maiores ou menores possuem sentimentos e não podem ser discriminadas. 
Todos nós temos altos e baixos, mas o que importa mesmo é buscar meios para estar de bem com a vida e ser feliz. Fazer sempre atividade física e ter uma alimentação saudável.. Isso é que buscamos sempre.
Confira!
RIO — "Eu sei que você se acha gorda/Mas eu estou aqui para te contar/Cada parte sua é perfeita, da cabeça aos pés". Com trechos como esse em seu primeiro single, "All About That Bass", a cantora americana Meghan Trainor conseguiu mais de um milhão de visualizações no YouTube.
Considerada 'tamanho plus size', Meghan defende, na letra bem-humorada, que os homens gostam mesmo é de curvas generosas. O uso do termo "skinny bitches" (algo como "vadias magrelas") gerou protesto de alguns ao vídeo.
"Ver o corpo positivamente não deveria repreender outros tipos de corpos, e ela definitivamente não deveria ter dito que 'é disso que os rapazes gostam'. Boa tentativa, mas não está nem perto de ser positivo", escreveu uma internauta no YouTube.
"As pessoas estão realmente zangadas porque essa música encoraja meninas mais gordas? Ela literalmente diz que todo mundo é perfeito, mas sim, a música é voltada para mulheres que não são magras porque pessoas magras recebem aprovação todos os dias", opinou outro no mesmo espaço.
Polêmicas à parte, a música tem tudo para pegar. Com um refrão que gruda na cabeça e vídeo com pegada retrô, a canção tem sido apontada nos Estados Unidos como "hit do verão".


Leia mais sobre esse assunto em http://ela.oglobo.globo.com/vida/cantora-plus-size-defende-mulheres-com-curvas-em-clipe-13139117#ixzz36awlKWSZ
Copyright © 2013 O Globo S.A. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amei o comentário. Bjs mil. Tê