16/05/2011

Mulher rendeira

Bacana saber que os trabalhos das mulheres rendeiras do nordeste estiveram presentes nas passarelas de Dolce&Gabbana e que foi o carro chefe da estilista Martha Medeiros.
O trabalho artesanal resgata o luxo das tramas.
O artesanal tem sempre seu peculiar valor.
Daniela Cicarelli e Martha Medeiros
Renda renascença

7 comentários:

  1. Olé mulher rendeira, olé mulher renda, tu me ensina a fazer renda, que te ensino a namorar! SEMPRE lembro dessa música! são trabalho incríveis, sempre lindos, fico feliz que uma marca tão conhecida, tenha vindo buscar inspirações em um lugar tão querido! Nosso nordeste, a coleção está belíssima, branco total e renda total! adoreeeei! bjs

    ResponderExcluir
  2. trabalhos*
    adorei, colocou a música aqui!

    ResponderExcluir
  3. Essas rendas são preciosidades, que bom que estáservindo de inspiração e uso em moda.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  4. Esta música me traz boas recordações. O Nordeste é lindo e os trabalhos em renda são marca registrada.
    Obrigada pela visita. Volte sempre.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Ah, nem me fale, adoro estas rendas nordestinas!
    Mas, ultimamente, encareceram um bocado e deve ser porque agora estão valorizando na alta costura, né?
    Olé mulher rendeira!
    Gostei da musiquinha de fundo combinando com o post.
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  6. Oi Tere

    Saudades "docê" menina.

    Trabalhos maravilhosos dessas mulheres. Sou fascinada por rendas de algodão e feitas assim.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  7. Artistas com "A", Teresinha, cada vez mais presentes na moda internacional. Justíssimo. E como o trabalho artesanal é valorizado - mas acho que a maior parte do valor fica com os intermediários.

    bjnhs

    ResponderExcluir

Amei o comentário. Bjs mil. Tê